The End.

Gente, hoje eu venho aqui para fazer um importante comunicado. Vocês devem ter percebido que com o passar do tempo os posts do Indeterminado tem aparecido com cada vez menos frequência. Isso não está acontecendo por acaso, já que ultimamente está acontecendo muita coisa em minha vida e a outra dona do blog precisou se afastar por motivos pessoais.
Esta é um decisão muito difícil de ser tomada, mas que já vem sendo pensada e repensada há meses, finalmente chegando a conclusão de que é impossível continuar mantendo o blog. Não agora.
Por diversos motivos, muitos deles que fugiram do meu controle, eu venho aqui dizer para vocês que o Indeterminado está fechado até a segunda ordem.
Eu gostaria de agradecer a todos que nos acompanharam durante esses quatro anos e de me desculpar com a aqueles que levaram o fato para o lado pessoal. Não era isso que eu queria, juro, nunca foi minha intenção magoar ninguém. Mas não há como manter algo que não se encaixa em minha vida no momento.
E parece fácil dizer: “Ah, então passa ele para alguém”, mas não é algo tão simples. O Indeterminado fez parte da minha vida durante muito tempo, me acolheu quando eu mais precisava, não é como se eu pudesse deixá-lo em outras mãos. Pode ser egoísmo, mas é assim.
Por enquanto, a página no WordPress não será deletada, para que ninguém perca o que escreveu e, caso um dia eu resolva tirá-la do ar, avisarei as pessoas que precisam saber.
A nossa página no Facebook continuará aberta para aqueles que quiserem nos acompanhar, seja lá qual for o rumo que nossas vidas tomarem neste momento.
Gostaria de agradecer também a Audrey Sousa, Malu Nery, Rafaela Monteiro, Helenna Hexe (haha), Moira Prates e, é claro, Leila Magalhães. Cada uma de vocês fez história no Indeterminado à sua maneira (mesmo quando era só para ver o circo pegando fogo hahahaha – só uma pessoa vai entender, então nem tentem). A página do facebook continuará aberta a todas vocês (sim, Audrey, a você também ♥), podem postar aqui quando quiserem e o que quiserem.
Amo vocês e desculpa qualquer coisa.
Com carinho,
– Lilah Prates, 11/08/2014

Feriado com músicas novas

O feriado começou e resolvi fazer um post com músicas novas que saíram durante a semana e no mês de Abril. Vamos lá!

Lana Del Rey – West Coast

Peace – Money

Skank – Ela Me Deixou

Este videoclipe da banda Skank é em especial a uma propaganda do chiclete Trident.

The Black Keys – Turn Blue e Fever

 

Black Label Society – Catacombs of Black Vatican 

Sábado dia de Lollapalooza!

1558408_10152321886353288_3630057577087728137_n

Em primeiro lugar, queria me desculpar aos leitores pela demora deste maravilhoso post! Pois bem, irei fazer o máximo para voltar com assuntos diversificados. Quem foi ao Lollapalooza levanta a mão! \o/ \o/ Seja o sábado ou domingo, pelo menos você foi e se divertiu bastante. Vamos ao que interessa desde já!

Para quem não sabe, Lollapalooza é um festival com bandas alternativas que variam de indie rock, rock alternativo e um pouco de eletrônica. São ao total 50 bandas se apresentando dentre os dois dias. Sempre ocorre no Jockey Club de São Paulo, desta vez no Autódromo de Interlagos. Ouvi bastante reclamações do público entre a distância dos palcos. (Sim, foi um pouco longe os palcos mas nada de exagero. Até mesmo, o Autódromo de Interlagos é grande demais. Então, a produção do evento fez ao máximo para aproveitar o espaço.)  Na entrada do festival eles disponibilizaram um mapa, acho que a galera acabou se perdendo entre os palcos. Lixeiras eu não vi, se vi algumas foram poucas, tive que andar com uma sacolinha na bolsa para jogar meu lixo fora. Havia uma praça de alimentação com vários cardápios que variavam entre os preços dos lanches mais baratos aos mais caros. Uma outra crítica entre o público foi a estrutura do evento, ladeiras e vales. (Vale ressaltar que o Autódromo de Interlagos é assim mesmo, então não teve o que mudar nessa parte.)  Apesar de muita caminhada, pés doendo e muito sol no rosto, valeu a pena. O óculos de sol entre o público foi utilizado como um acessório comum e dos mais diversificados estilos. (Quem não passou protetor solar e é branca ao extremo que nem eu, saiu como um camarão.)  

10261250_1440545512857046_432207618_n

Entre várias bandas que assisti, pulei e dancei foram: Vespas Mandarinas, Silva, Cage The Elephant, Portugal The Man, Lorde, Nine Inch Nails e Muse.

O espaço do Vespas Mandrinas estava super tranquilo, deu até para colocar a canga no chão com as bolsas. Não sou fã da banda mas o show estava bem legal.

O público do Silva estava animado e sabiam cantar todas as músicas. A estrutura do palco dele estava, sem dúvidas, muito boa! Logo em seguida teve Cage The Elephant e pareceu que o público inteiro do Lollapalooza estava lá. Confesso que não aguentei aquela multidão e passei mal. Acabei assistindo no gramado com sol, vento fresco e deitada na grama. Muito melhor!

Portugal the Man estava bem tranquilo em comparação ao Cage the Elephant e deu até pra dançar. Depois veio Lorde e simplesmente ficou super cheio.  A cantora Lorde foi o alvo da zoação para quem não é fã ou simplesmente não curte, pelo jeito dela dançar. Admito que ela dança um pouco estranho! Bem diferente do que estamos acostumado a ver.

 No outro palco teve Nine Inch Nails, pra mim foi um dos melhores shows do Lollapalooza. Dancei muito, pulei, cantei, gritei e escorreguei sem querer na ladeira descendo para o show. O público estava bastante interagido e cantava todas músicas que eram tocadas. Tão interagido que teve até rodinha punk! Tudo bem que a banda não é punk, mas geralmente em shows de rock dependendo da música fazem a famosa rodinha.

1d7d265cbd9a11e3add00002c954d84c_8

Para encerrar, Muse! Assisti o show só de longe, estava cheio demais. A galera ficou bastante empolgada e a banda tocou até mesmo Nirvana. A banda Muse iria fazer um show solo antes do dia do Festival, porém, infelizmente um dos integrantes acabou ficando doente. Quem comprou o ingresso só pra ver Muse acabou vendo o Lollapalooza. Olha que sorte! Então é isso galera, espero que tenham gostado e nos veremos daqui pra frente! :D

Fotos por: Malu Nery, Lollapalooza Brasil

Boa semana com música boa!

large (3)

Fala leitores!

Essa Playlist que preparei para o blog está um pouco mais sério. Sim,  meu gosto musical está ficando mais sério, e estou deixando de escutar as bandas Indies de antes. Ainda escuto, mas não com bastante frequência. Mas o que custa dá um play, não é mesmo?! Espero que gostem. Música calma para a semana ser calma; Hehe.

Chet Faker 

Vale a pena escutar o álbum Thinking in textures. Garanto que vocês não vão se arrepender.

Ariel Pink’s

Allen Stone

Vale a pena escutar os álbuns dele. São ótimos!

 Pharrel Williams-Happy

Robin Thicke – Blurred Lines 

Bom, então é isso! Até a próxima e Good week com essas músicas! :)

De bem com a semana!

É por isso que aqui em São Paulo não está chovendo!
Sim, eu voltei pra cá! Andei um pouco sumida do blog, Lilah e Leila que me perdoem. Meu vestibular está chegando e ainda não decidi o que eu quero exatamente para minha vida. Enfim, estou sem tempo de escrever aqui, mas prometo que não irei abandonar vocês!
Chega de lero-lero e vamos ao que interessa! Música boa para começar a semana de bem com a vida, e que também são músicas que não paro de escutar.  Dá um play aí! :)

Portugal The Man (Evil Friends) 

Essa banda de Indie Rock é uma das minhas preferidas, e Evil Friends, novo álbum da banda, é um dos melhores que já escutei. Evidentemente lembra um pouco Cage The Elephant. (Aliás, essas duas bandas irão tocar no Lollapalooza! Muito amor, né? <3)

Queens Of The Stone Age (Like Clockwork)

QOTSA é uma banda de rock que tocou no Lollapalooza de 2013, aqui em São Paulo no Jockey Club do Morumbi. Eles estão para tocar novamento no Brasil, no Chile e na Argentina este ano. Deus queira que sim! Torce aí! O …Like Clockwork é o álbum mais recente da banda e muito bom. É aquele tipo de álbum que merece ser comprado. Aconselho!

Rival Sons (Head Down)

A banda é ótima! É uma banda de rock da Califórnia. Ai ai! Morro de vontade de conhecer! <3 O Som é muito bom e as letras também! Lembra bastante Led Zeppelin.

Então é isso galera! Espero que tenham gostado! E para quem tem twitter dá um follow por lá! @maluneryxx

*Avisando que o blog fará um sorteio quando chegar a 100 curtidas em nossa página do facebook! :D

Hoje é dia de Playlist!

Finalmente você chegou! Sexta-feira, sua linda! <3 .Sexta-feira, dia de quê?! Dia de playlist da semana que já, já está no fim! Hoje vou indicar as músicas e bandas que eu tenho escutado ultimamente. Para quem é viciado em música e não consegue fazer nada sem escuta-la. Só tento não estudar ouvindo música, pois começo a prestar atenção nos instrumentos, nas batidas e acaba não dando certo.
Mas chega de blá, blá, blá e vamos direto ao assunto!

Metallica Slither 

Black SabbathLoner

Haim – Better Off

Radiohead – The Butcher

Radiohead – Everything Is Right Place

Tribalistas

Amy WineHouse – You Know I’m No Good

Phoenix – Wolfgang amadeus

Kings Of ConvenienceMisread

Bom, então é isso! Espero que tenham gostado! Deixe nos comentários as músicas que vocês tem escutado com bastante frequência. Beijos e good music! :D

Dia de Rock, bebê! \m/

32512_170613_1127_g

Quem curte um bom rock levanta a mão! \m/ \m/
Acabou o Rock in Rio e outubro entrou! Outubro é o mês do Monster of rock. Ficou curioso(a)?! Chega mais!

Quinze anos se passaram desde a última apresentação do Monster of rock no Brasil e agora, finalmente, ele voltou com tudo. Para quem não conhece, é um festival de rock que irá ocorrer nos dias 19 e 20 de Outubro em São Paulo, na Arena Anhembi, que possui espaço para 40.000 pessoas. Quem não teve a oportunidade de ir ao maior festival que aconteceu no mês de setembro, Rock in Rio, poderá ir neste em outubro. Apesar de serem bandas diferentes, posso usar como incentivo o fato de que vocês iriam curtir um bom rock, uma boa música!
No ano de 1980, o festival aconteceu na Inglaterra, tendo uma nova edição no ano de 2006. Por último, ocorreu no ano de 2008 no Chile e Espanha. Em outubro, 2013, ele novamente pisa em terras brasileiras.

Vamos dar uma olhada no Line-up:

19 de Outubro: Slipknot, Korn, Limp Bizkit, Killswitch Engage, Hatebreed e Hellyeah. 

20 de Outubro: Aerosmith, Whitesnake, Ratt, Buckcherry e Queensrÿche featuring Geoff Tate plus guests e Dokken.

Classificação: 16 anos. Menores de 16 anos acompanhados de um responsável legal.

Fiquei morrendo de vontade de ir no dia 19 por causa do Limp Bizkit. <3

Corre que ainda dá tempo de comprar seu ingresso para o segundo lote! E o dia de vocês?

Beijos e boa música! :D

[DICA] Liga HQ – Loja Virtual

Como não saio muito, estou sempre procurando lojas e mais lojas com os mais variados produtos no mundo virtual. E uma das minhas prioridades mensais – apesar de ter comprado bem pouco ultimamente -, são, claro, os mangás.
Esse post é uma pequena dica para vocês que não possuem tempo para ir até uma banca de revistas (no meu caso é preguiça mesmo, porque tem uma na frente do meu prédio. Um beijo para minha falta de disposição para tudo nesta vida <3) ou livraria para comprar aquela HQ pela qual é louco, mas não está disposto pagar os fretes absurdos que muitas lojas na internet fazem o favor de cobrar.
A loja que quero apresentar a vocês é a Liga HQ.
Eu a encontre há quase um ano depois de muito procurar em diversos sites alguém que estivesse vendendo os mangás de Shaman King e Chrno Crusade. Não encontrei esses lá, pois não há muitos números antigos, mas como acompanho assiduamente alguns mangás da atualidade, não houve jeito de não continuar visitando a loja.
Mas por que comprar na Liga HQ? Ela não é igual a todos os outros sites de venda de quadrinhos que estão espalhadas pela internet? NÃO. Definitivamente não. A maior, e melhor, diferença que a citada loja possui das outras é O FRETE GRÁTIS. Exatamente, nenhum frete é cobrado para a entrega do produto. Eles cobram apenas uma pequena taxa referente a embalagem e manuseio de 1,30, que varia de acordo com a quantidade do produto (clique aqui e fique por dentro de tal variação).
Um outro ponto positivo do site é o acumulo de pontos em cada compra que você faz. Um ponto equivale a 0,10 centavos de desconto nos produtos da loja. Eu já cheguei a levar um mangá de graça para casa, pagando apenas a taxa de manuseio de 1,30.
O envio geralmente é feito por carta e o produto vem muito bem embalado. Além disso, existem duas formas de pagamento: cartão de crédito e boleto bancário!
Bom, é essa a dica hoje, espero que tenham gostado e que, assim como eu, virem clientes assíduos dessa loja que já entrou para minha pequena lista das mais queridas.
xoxo,
Lilah.

É desconhecido? Ecaa, não quero ver!

Há um tempo eu estava conversando com uma amiga e entramos em uma discussão sobre o que são filmes bons. Ela acreditava veemente que os considerados realmente bons eram aqueles conhecidos, aclamados pela crítica, que possuíam o peso do nome de atores famosos em seu elenco. Quais são eles? Os hollywoodianos, é claro.
Será mesmo que estes são os melhores?
Existem uma infinidade de filmes que são reconhecidos pela mídia, são aclamados pelo público, ganham milhões em suas estreias, mas definitivamente não acrescentam em nada ao legado cultural da humanidade. É tudo sempre a mesma coisa: Novas versões dos contos de fadas,  filmes de pré-adolescentes, de super herói ou enxurradas de adaptações de livros que procuram desesperadamente substituir Harry Potter.
Não estou tentando desmerecer os filmes de hollywood de forma alguma, até porque eu sou uma consumidora deles. Em meio a massa, existem muitos enredos bons que merecem ser contados, mesmo que neles sejam utilizados diversos clichês. O que estou tentando fazer é: tentar colocar na mente das pessoas que não só os filmes de Hollywood ou da Wanner, ou os livros americanos, desenhos animados estrangeiros que prestam.
Fala sério, quem nunca ouviu alguém dizer: “Ah, é brasileiro, então nem vou assistir, deve ser ruim”, ou, “não vou pagar para assistir um filme que ninguém conhece”. Digam-me pessoal, onde está a curiosidade e senso crítico de vocês? Primeiro: dizer que coisas brasileiras não prestam é desmerecer a capacidade criativa dos nossos cidadãos. É dizer que você, eu ou qualquer outra pessoa que viva no Brasil não tem capacidade de criar algo que seja digno de aplausos. E sim, nós somos capazes, muitos artistas estão aí para provar isso. Segundo: dizer que coisas desconhecidas são ruins é um tanto cruel. Só porque um filme ou um livro ou qualquer outro produto cultural não é conhecido ou aclamado pela mídia, que ele não possa transmitir algo bom. Às vezes o fato de muitas pessoas não curtirem esse tipo de coisa é a falta de verba dos criadores para investirem em um projeto, mas como eles vão conseguir verba se ninguém os consome? É necessário que se dê uma chance ao desconhecido, ao brasileiro, para que eles cresçam.
Não podemos ficar presos em uma bolha, consumindo apenas o que é considerado bom para uma mídia que tem a manipulação como seu esporte favorito. Temos que estar abertos à coisas novas, afinal, se nós possuíssemos impregnado em nossa mente que “o desconhecido não é bom”, ninguém realmente iria querer passar por diversos estágios da vida. Nós damos uma chance para experimentar coisas novas na vida, então por que não escapamos um pouco da formula dos blockbusters ou best-sellers e nos aventuramos naqueles livros e filmes considerados sem nome, sem fama, assim como nós, meros desconhecidos. Mas isso não quer dizer que somos ruins, quer?

A título de curiosidade:
A Garota da Capa Vermelha. Sem dúvida uma das grandes apostas (fracassadíssima) de Hollywood, principalmente com o sucesso de Once Upon A Time e outras adaptações de contos de fadas. Pecou em tudo. Pecou na direção, pecou nos diálogos, pecou na escolha das cenas, pecou na tentativa extremamente forçada de transformá-lo em um novo crepúsculo (um lobisomem que fala yay (?)), usando quase a mesma fórmula deste. Apesar de tudo, a história é muito boa e, acredito que se fosse feito da maneira correta, poderia ter sido realmente considerado algo bom. Mas, na minha opinião, o filme beira a falta de nexo.
Medo. Um filme conhecidíssimo na Coréia, o meu favorito do mundo todo! Possui um enredo tão brilhante e inteligente. Uma pena dizer que muitas das pessoas para quem comentei sobre ele, não quiseram assistir pelo simples fato de nunca terem ouvido falar, ou então: Ah, é coreano? Pfff, não vou assistir um filme coreano! Quem sabe não fazem um remake americano… (detalhe: sim, fizeram um remake: O Mistério das Duas Irmãs. E sim, é um bom filme, mas ele dá tudo mastigadinho para você, já o original é necessário que se assista mais de uma vez para que tudo fique compreendido). – Um dia farei um post só dele <3
Histórias de Amor Duram Apenas 90 minutos. Uma filme brasileiríssimo e uma comédia romântica completamente diferente de tudo que você já viu por aí. Não cai na mesmice dos filmes blockbusters que seguem o mesmo gênero e, cara, é muito, muito legal. O final nos deixa com aquele sentimento de “Nãaao, não termine agora, quero saber mais!!”. Realmente é um diferencial, sem falar nas atuações sensacionais <3 Talvez também escreva sobre ele em uma outra oportunidade.

TOP 5 Músicas

Olá pessoal,

 images

Bom como sabem estou faço posts sobre o mundo da musica. Recomendações,   batalhas musicais etc. Mas minha vida anda tão corrida com a faculdade que o único tempo que tenho é pra  ler e ouvir minhas músicas. Mas cá estou pra mais um post. E depois de tanto tempo, posso dizer que ouvi bastante música, entao resolvi postar um top 5 das músicas que fiquei viciada neste tempo. Então cá está:

5: Feel So Close – Calvin Harris

Essa música gente é simplesmente demais! Calvin Harris é o David Guetta do público alternativo. Sempre acompanhado de grandes nomes da música recente, Calvin lançou essa música ano passado e ela simplesmente bombou. Envolvente  e contagiante, o Calvin Harris acertou em cheio, promovendo seu último album 18 Months  chegando em 1 Lugar nas paradas britânicas, americanas e escocesas. Vale apena ouvir.

4: Drive – Incubus

Essa com certeza é uma das músicas mais lindas que já ouvi.  Lançada em 99, é considerado ser o maior hit da banda, eventualmente alcançando o topo da Billboard. Pode ser descrita como melodiosa, apresentando muitos instrumentos acústicos e ambos musicalmente e liricalmente em muito conforto e positivismo. Ela traz aquela leveza, e é muito gostosa de ouvir naqueles dias de chuva.

3: Hey Ho – The Lumminers

Essa música é estranhamente incrível. Para falar a verdade no início eu não havia gostado, mas depois de um tempo , voltei a ouvir e adorei. Como eu, várias pessoas tiveram essa sensação. Melodia simples, letra descomplicada, um alegre coro e nada mais é preciso. Fantástica. E esse conjunto fez com que o som partisse da 90° posição para a 3ª, ganhando 3 discos de platina e um de ouro. Deliciosa,leve e divertida. Confiram.

2: Radioactive – Imagine Dragons

Gente, conheci essa banda através da It’s Time (música incrível por sinal) no entanto foi  assistindo A Hospedeira, que fiquei  louca por esses caras (essa música estava na trilha). A música Radioactive fala do inicio de uma nova era, da renovação da coisas e possui uma batida envolvente que vai ficar com certeza na cabeça . A banda decolou com suas 2 maiores música (essa juntamente com It’s Time) atingindo a primeira posição na Billboard Alternative e Rock Album, e ficou entre as dez melhores posições nas paradas austríacas, canadenses, alemãs e norueguêsas. Não deixei de ouvir.

1: Home – Daughtry

Pessoas, para finalizar o post e em 1° lugar com certeza essa banda tinha de estar.  Sempre fã desta banda, e viciada em várias de suas músicas,  Home com certeza tá no topo nesses tempos.  Chris Daughtry começou a escrever essa canção pouco antes de se inscrever no programa American Idol. Ela é sobre um cantor que resolve trocar toda a agitação de sua vida pela tranquilidade de voltar ao seio de sua família sempre cheio de amor. “Home” ficou nas paradas da Hot 100 por semanas antes de ser lançada como single e a canção também chegou a posição n° 3 no iTunes, sendo baixada mais de 1,3 milhões de vezes. Gente é linda  e merece muito ser ouvida.

Curtiram? Curtam, recomende pra o seus amigos.

Bjuss

Alls.